Open Conference Systems, VIII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2017

Tamanho da fonte: 
Governança no Futebol Profissional: Uma Estrutura para Clubes Brasileiros
Renan Barabanov, Edson Luiz Riccio

Última alteração: 2017-08-28

Resumo


Os clubes de futebol profissionais brasileiros necessitam se adequar a um ambiente que exige transparência e eficácia na gestão. Este trabalho apresenta uma proposta de construção de uma estrutura de governança que inclui ações, políticas e diretrizes e que se apoia em quatro pilares: Participação e Democracia; Gestão, Funcionamento e Sustentabilidade; Transparência, Comunicação e Prestação de Contas; e Solidariedade e Responsabilidade Social.
A extensa revisão da literatura permitiu a análise de propostas nacionais e internacionais e a proposição de uma estrutura básica de governança que pode ser adotada por clubes de futebol profissionais, ampliando seu potencial de retorno social, econômico, esportivo e social.
Os conceitos apresentados contribuem também para a formação de um conjunto teórico que pode orientar a discussão sobre os princípios que embasam uma estrutura de governança corporativa (GC) dos clubes de futebol profissionais. Acredita-se que a discussão desenvolvida neste trabalho amplia a discussão sobre o impacto da governança no relacionamento entre os clubes e os diversos atores do ambiente em que atuam, incluindo torcedores, associados, sócios torcedores, dirigentes, atletas, acionistas, investidores, federações, ligas, patrocinadores, mídia, sociedade e governos.

Texto completo: PDF