Open Conference Systems, VIII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2017

Tamanho da fonte: 
A Força Para o Seu Dia! – Uma Análise do Processo de Internacionalização a Partir de Uma Empresa Multinacional do Agronegócio Brasileiro: o Caso da Camil Alimentos S.A.
Daniel de Oliveira Barata Merabet, Flavia Cupolillo Yamagata

Última alteração: 2017-08-29

Resumo


Pesquisas sobre empresas emergentes e suas formas de internacionalização têm sido foco de estudo na área de Negócios Internacionais (NI). Testemunhamos hoje um mundo globalizado, com novos desenhos e desafios. Todavia, foi em aproximadamente 1990 que os holofotes se voltaram para as economias emergentes e seus movimentos além fronteiras. Para tanto, legitimando o que Além e Madeira (2010) ressaltam a respeito da teoria geral do processo de internacionalização das empresas, o fato de não existir uma genérica e, ainda, corroborando com Sphor e Silveira (2012) no que tange as teorias para explicar fenômenos de multinacionais de economias desenvolvidas e os daquelas oriundas de países emergentes, retomamos a discussão acerca da multinacionais brasileiras e suas estratégias de internacionalização. Tem-se, portanto, como objetivo, expandir a lacuna de teorias da área de NI junto com a adaptação das reflexões acerca do tema à nova realidade das multinacionais emergentes. Através de um estudo teórico-prático, com o estudo de caso (YIN, 2005) da Camil Alimentos S.A., pretendeu-se abordar as estratégias de internacionalização sob o suporte do modelo Uppsala de Johanson e Vahlne (1977) e, também, do paradigma eclético de Dunning (1980). Percorrendo uma breve análise sobre o setor brasileiro de arroz e apresentando a empresa estudada, findamos o trabalho, com os entendimentos das propostas teóricas, ressaltando uma reflexão final a respeito do processo de internacionalização desta empresa multinacional brasileira.

Texto completo: PDF