Open Conference Systems, VIII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2017

Tamanho da fonte: 
A influência da religião no comportamento de consumidores de baixa renda
Laisa Casasanta Esberard

Última alteração: 2017-08-31

Resumo


No contexto brasileiro, a religião evangélica tem crescido exponencialmente nas últimas décadas, sendo a fé uma das diversas influências que impactam o modo de agir, pensar e consumir dos indivíduos. Pessoas pertencentes às classes mais baixas têm menos acesso a educação e cultura, sendo a religião um dos grandes fatores que moldam o comportamento delas.
Há poucos estudos que abrangem a relação entre religiões especificas e sua influência sobre consumidores. Diante dessa lacuna na literatura, o presente estudo busca analisar quais são as principais características e sujeitos de influência que a religião evangélica têm sobre consumidores de baixa renda. Para tanto, foi realizada uma entrevista de cunho exploratório, com dados coletados a partir de 21 entrevistas em profundidade com indivíduos que frequentam a igreja evangélica, pertencentes as classes D e E. A partir das entrevistas, foi possível analisar que o discurso do pastor é extremamente influentes aos recém fiéis e que a influência da religião evangélica sobre o consumo varia entre denominações, havendo algumas mais rígidas do que outras. Mercados que podem se beneficiar com o crescimento de fieis evangélicos é o segmento de rádios, CDs e DVDs, principalmente os focados na música gospel.

Texto completo: PDF