Open Conference Systems, VIII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2017

Tamanho da fonte: 
Determinantes da Variação do Brent: um Estudo Envolvendo Informações do Panorama Internacional do Petróleo
FABIANO DE ALMEIDA BARBOZA, RENATA DE ALMEIDA CAMPANHA, ODILANEI MORAIS DOS SANTOS

Última alteração: 2017-08-28

Resumo


Este estudo tem como objetivo investigar quais informações do panorama internacional do petróleo impactam significativamente as variações do Brent. Um estudo empírico-analítico, realizado para o período de 2007 a 2015, envolveu informações de 83 países. As informações, referentes às reservas provadas, produção, consumo, capacidade efetiva de refino e preço médio anual do petróleo, foram coletadas e trabalhadas para formação da base de dados e realização de análise de regressão, a qual considerou como variável dependente o PBrent e como variáveis independentes a Oferta, Demanda, Of-Dm, VidaRes, CapRef e OPEP. Os achados mostraram que a demanda global pelo petróleo e a capacidade dos países em refiná-lo tiveram influência significativa na variação do Brent, sendo a primeira associação positiva e a segunda negativa. Com isso, as hipóteses de pesquisa relacionadas às variáveis independentes Demanda e CapRef foram confirmadas. Apesar das cotações da commodity terem sido influenciadas por essas duas variáveis, os preços oscilaram notadamente de forma mais brusca do que essas duas variáveis explicativas. Isto indica que outras variáveis também podem explicar as variações ocorridas no Brent e inclusive justificar o fato do modelo de regressão desse estudo ter apresentado um R2 de aproximadamente 6%. Esse trabalho contribui com estudos de contabilidade, além de provocar reflexões sobre a importância dos contadores conhecerem o comportamento de preços que podem impactar atividades da rotina contábil, como a elaboração de projeções de fluxos futuros de caixa e valorizações de ativos e passivos a mercado.

Texto completo: PDF