Open Conference Systems, VIII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2017

Tamanho da fonte: 
A Dominação Masculina E A Gestão Da Diversidade: Um Estudo Com Gays Inseridos Em Organizações Localizadas No Estado Do Rio De Janeiro.
Renan Gomes de Moura, Rejane Prevot Nascimento

Última alteração: 2017-08-30

Resumo


No Brasil, por questões históricas, diversos grupos são marginalizados e seus membros são vetados de exercer seu poder de cidadania. Face a esse contexto, nota-se que as políticas públicas de ação afirmativa, assim como as políticas de gestão da diversidade nas organizações são de eficácia duvidosa. Neste sentido, o objetivo final do presente artigo consistiu em investigar como gays percebem a política de diversidade nas organizações. A produção do corpus da pesquisa foi feita através da realização de entrevistas com sujeitos residentes no estado do Rio de Janeiro. O método utilizado para a produção do corpus consistiu em entrevistas com um roteiro semiestruturado e o método de análise do corpus da pesquisa foi baseado na análise crítica do discurso (ACD). Por meio da pesquisa de campo observou-se que não se pode afirmar que as relações entre organizações e Política de Diversidade ocorrem de uma única forma, posto que verificou-se que algumas organizações tornam essa política de fato eficaz, enquanto outras a adotam mas não a praticam.

Palavras-chave: Diversidade; Gay; Organizações, Dominação Masculina

Texto completo: PDF