Open Conference Systems, I Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – AdCont 2010

Tamanho da fonte: 
Gestão e Turismo Sustentável: Análise da Cadeia Produtiva dos Resíduos Sólidos e os Impactos Socioambientais em Rio Quente-Goiás.
Tereza Cristina Pinheiro de Lima, Ildercleison Santos Oliveira, Ycarim Melgaço Barbosa

Prédio: Universidade Cândido Mendes
Sala: Sala 2
Data: 2010-10-28 04:30  – 07:00
Última alteração: 2010-10-15

Resumo


Este presente artigo tem por objetivo analisar a cadeia produtiva de resíduos sólidos urbanos da cidade de Rio Quente - Goiás e abordar a problemática dos impactos ambientais e outras variáveis socioambientais decorrentes da intensificação do trade turístico local. A base de dados da pesquisa para identificar os empreendimentos turísticos da cidade foi a Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Rio Quente/GO. Na base de dados da secretaria, consta o registro de mais de dez mil leitos divididos entre hotéis, flat-hotéis, pousadas e campings. Empreendimentos, dos quais, o Rio Quente Resort, responsável por quase todos os resíduos produzidos na cidade. Para a análise da cadeia produtiva, foram feitas visitas tanto nos empreendimentos, como no próprio lixão da cidade para conhecer todo o caminho percorrido pelo lixo, desde a sua origem, até seu destino final. Foram também coletadas informações na Cia. Thermas do Rio Quente (Rio Quente Resort), no Grupo DiRoma e no Grupo Privé. Os resultados indicam que Através da pesquisa e da tabulação dos dados, pode-se observar que na amostra pesquisada que a população não possui consciência ambiental em se tratando de impactos ambientais e muitos desconhecem a problemática do lixão e o conhecimento da de coleta seletiva. O estudo pode comprovar também que os empreendimentos turísticos de Rio Quente, principalmente o Rio Quente Resorts, têm degradado o meio ambiente. A pesquisa pode analisar ainda cinco variáreis desse impacto socioambiental que são: a variável política, econômica, social, cultural e ambiental. Todas elas decorrentes da cadeia produtiva dos resíduos sólidos de Rio Quente Goiás.