Open Conference Systems, I Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – AdCont 2010

Tamanho da fonte: 
Tratamento Contábil de Créditos de Carbono: Estudo do Aterro Novo Gramacho Energia Ambiental em Duque de Caxias (RJ)
Zaina Said El Hajj, Pedro Henrique Cardoso

Prédio: Universidade Cândido Mendes
Sala: Sala 4
Data: 2010-10-28 11:00  – 01:00
Última alteração: 2010-10-15

Resumo


Esta pesquisa apresenta o tratamento contábil dos Créditos de Carbono por meio de um estudo de caso sobre o Aterro Sanitário de Gramacho na cidade de Duque de Caxias do Estado do Rio de Janeiro, como um combate ao aquecimento global e que leva as empresas rumo a uma economia de baixo carbono. O problema a ser abordado refere-se ao tratamento contábil dos títulos de Reduções Certificadas de Emissões (RCEs), conhecidos como créditos de carbono e comercializados no mercado de carbono, com países que possuem metas de redução de Gases do Efeito Estufa. A pesquisa realiza um estudo de caso do Aterro Sanitário de Gramacho, com o objetivo principal de descrever o tratamento contábil de RCEs, bem como evidenciar as melhorias sócio-ambientais ao entorno do Aterro. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa do Aterro, que se justifica por reunir grande número de informações detalhadas com vista em apreender a totalidade de uma situação, em especial, a emissão de RCEs como medida sócio-ambiental. Como resultado parcial deste estudo, existe a possibilidade de um resultado promissor de negociação de RCEs decorrentes do Aterro. Constata-se que o projeto Aterro Novo Gramacho contribui de forma significativamente favorável, como uma medida sócioambiental para as cidades de Duque de Caxias, do Rio de Janeiro e seu entorno.