Open Conference Systems, I Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – AdCont 2010

Tamanho da fonte: 
IMAGEM DE UM CONSELHO PROFISSIONAL: ESTUDO EMPÍRICO SOBRE UM CASO BRASILEIRO
Julio Cezar de Mello Cidade, Frederico A. de Carvalho, Paulo Roberto da Costa Vieira

Prédio: Universidade Cândido Mendes
Sala: Sala 1
Data: 2010-10-27 11:00  – 01:00
Última alteração: 2010-10-15

Resumo


RESUMO

A análise e medição de imagem institucional pode ser útil no apoio aos tomadores de decisão em todas as organizações, especialmente em organizações sem fins lucrativos, tais como um conselho profissional, para as quais normalmente faltam indicadores confiáveis de apoio à decisão. Diante da ausência de uma escala válida e confiável para prover essa medição, este trabalho apresenta uma nova escala de imagem com apoio na modelagem de equações estruturais (MEE). A escala proposta é baseada em um modelo prévio com dois fatores estudado por Folland, Peacock e Pelfrey (1991), Peres (2004) e Carvalho (2009). A evidência empírica tem origem em pesquisa de campo junto a 263 estudantes de graduação em Ciências Contábeis no estado do Rio de Janeiro, Brasil. Na etapa de confirmação a abordagem MEE ratificou a existência de dois fatores - Serviço e Institucional - que definem então a imagem para o conselho investigado. Este resultado pode ser considerado inédito, uma vez que não foi possível identificar, na literatura resenhada, qualquer estudo anterior, brasileiro ou não, que procurasse definir uma escala de imagem específica para conselhos profissionais. Ao mesmo tempo, o trabalho pode ser concebido como o primeiro teste empírico do modelo qualitativo proposto por Folland-Peacock-Pelfrey; muito provavelmente esta novidade também ocorre em termos internacionais. Resumindo, os resultados mostram que a escala é válida e confiável, de modo que a abordagem aqui desenvolvida pode ser aplicada em outras amostras e outros conselhos profissionais.