Open Conference Systems, III Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – AdCont 2012

Tamanho da fonte: 
Disclosure de Ativo Intangível: Um Estudo dos Clubes de Futebol Brasileiros
Duílio Ulhôa Leite, Laura Edith Taboada Pinheiro

Prédio: Universidade Estácio de Sá
Sala: Sala 1
Data: 2012-10-10 12:00  – 12:30
Última alteração: 2012-09-23

Resumo


Os direitos federativos dos atletas são classificados como ativos intangíveis e representam o principal ativo dos clubes de futebol, desta forma, faz-se necessária uma divulgação clara e precisa deste ativo nas demonstrações contábeis destes clubes. Neste contexto, o objetivo deste artigo foi verificar quais variáveis influenciam o nível de divulgação do intangível nas demonstrações contábeis dos clubes de futebol brasileiros após o CPC-04 (Ativo Intangível) ter entrado em vigor. A população de estudo foi composta pelos 20 maiores clubes do Brasil com base nas receitas totais do ano de 2011. Foram analisadas variáveis por meio de um modelo de regressão linear múltipla com dados empilhados por meio dos estimadores de mínimos quadrados ordinários (MQO). Os dados foram obtidos a partir das demonstrações contábeis de 2010 e 2011 dos referidos clubes. Os resultados demonstraram que as variáveis “desempenho no campeonato brasileiro” e “receitas totais” influenciam positivamente o nível de divulgação do intangível nas demonstrações contábeis dos clubes analisados, ou seja, quanto melhor o desempenho no campeonato brasileiro e quanto maior as receitas totais obtidas pelos clubes de futebol, maior é o nível de divulgação do intangível nas demonstrações contábeis. Já a variável “representatividade do intangível” não se mostrou estatisticamente significativa, e desta forma, não foi possível efetuar nenhuma inferência sobre a relação entre esta variável e o nível de divulgação do intangível nas demonstrações contábeis dos clubes analisados.

Texto completo: PDF