Open Conference Systems, III Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – AdCont 2012

Tamanho da fonte: 
Fatores Discriminantes de Aplicação Retrospectiva da IFRS 13 Mensuração a Valor Justo: Um Estudo no Setor Bancário Brasileiro
Marcia Ferreira Tavares, Diego Rodrigues Boente, Edilson Paulo

Prédio: Universidade Estácio de Sá
Sala: Sala 1
Data: 2012-10-09 05:00  – 05:30
Última alteração: 2012-09-23

Resumo


Esse estudo objetivou identificar quais variáveis contábeis melhor discriminam a aplicação retrospectiva da IFRS 13, nos bancos brasileiros nos exercícios de 2010 e 2011. A relevância do estudo pauta-se na importância da mensuração do valor justo para as instituições financeiras e na preocupação de acompanhar evidenciações contábeis que permitam um maior entendimento para os usuários dos critérios contábeis utilizados. Como contribuição, o artigo antecipa como os bancos brasileiros estão se adequando as exigências internacionais, assim identifica o quão próximo ou distante o sistema financeira nacional está alinhado às exigências de evidenciação, quando da mensuração a valor justo. A metodologia utilizada perpassa pelo cálculo do índice de evidenciação individual, pelo modelo de regressão em painel e pela análise discriminante de dois grupos. Como resultado, constatou-se que quanto menor o patrimônio líquido e o retorno sobre o PL maior às evidenciações do valor justo realizadas. A conclusão foi que quanto menor o PL de um banco, maiores são as possibilidades de justificar esse resultado pela mensuração a valor justo, exigindo-se, portanto evidenciações maiores do que bancos que possuem grandes patrimônios líquidos e retornos sobre PL que possuem maiores cautelas nessas evidenciações em virtude dos custos políticos existentes e da mensuração no nível 3.


Texto completo: PDF