Open Conference Systems, IV Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2013

Tamanho da fonte: 
Um Estudo Sobre A Perspectiva Do Conhecimento Empírico Para O Controle Patrimonial No Agreste de Pernambuco.
lavoisiene rodrigues de lima, Luiz Carlos Miranda, Aldemar Araújo Santos, Marco Tullio Vasconcelos, Ilka Gislaine de Melo Souza

Última alteração: 2014-05-26

Resumo


O objetivo geral desteartigo foi verificar se o processo de controlepatrimonial acontecia de forma empírica nas atividades desenvolvidas pelosartesãos do barro no Alto do Moura da Cidade de Caruaru no Estado dePernambuco. Este estudo empírico partiu de uma pesquisa de campo, junto ao umgrupo de artesões, localizados nesta comunidade. Para tal aplicou-sequestionários à 27 (vinte e sete) artesões, em Julho de 2012, averiguando operfil dos artesões, o controle operacional, financeiro e econômico das atividades. Os dados foram analisados nosistema SPSS® para testar as hipóteses levantadas na pesquisa.Constatou-se que a hipótese nula foi contrariada parcialmente, pois apenasalgumas variáveis do perfil influenciam nos resultados, a exemplo do nível deescolaridade. Os resultados mostram que o controle patrimonial é efetuadoatravés de controles informais empíricos, de forma particular dos artesões. Notou-setambém a necessidade orientações quanto à gestão patrimonial, por parte dosartesões.

Texto completo: PDF