Open Conference Systems, IV Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2013

Tamanho da fonte: 
Opções Reais, Investimento e Incerteza: evidência empírica para empresas brasileiras
Tricia Thaíse Pontes

Última alteração: 2014-05-26

Resumo


Os métodos tradicionalmente empregados para análise de investimentos apresentam lacunas que podem levar à tomada de decisão errada por parte dos administradores. O método de opções reais tem ganhado espaço como alternativa às técnicas tradicionais, pois ao considerar o investimento como irreversível, observar as incertezas a ele relacionadas e a opção de interromper ou adiar o projeto até uma data ótima, maximizam o valor. Este artigo investiga a relação entre o investimento a e incerteza total, medida como a volatilidade dos retornos das ações de um conjunto de empresas brasileiras de capital aberto listadas na BM&FBOVESPA para o período de 2001 a 2011. Todos os dados necessários à análise foram coletados na base de dados da Economática. Para explicar o investimento das empresas foi construído um modelo usando a incerteza da firma e incerteza do mercado controladas para o Q de Tobin e para o Fluxo de Caixa. A Incerteza total é dividida em incerteza específica da empresa e incerteza do mercado. Os resultados apontam que a incerteza do mercado exerce bastante influência sobre o investimento realizado pela empresa, tomado com uma opção exercida e, portanto irreversível. No entanto não há evidências para a incerteza específica da empresa na determinação do investimento.

Texto completo: PDF