Open Conference Systems, IV Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2013

Tamanho da fonte: 
O Analfabetismo Funcional e a Contabilidade: Um Estudo Exploratório com Alunos Concluintes da Graduação das Instituições de Ensino Superior do Estado do Espírito Santo
JOAO CARLOS HIPOLITO BERNARDES NASCIMENTO, Valcemiro Nossa, Moisés Balassiano

Última alteração: 2014-05-26

Resumo


O analfabetismo funcional compreende cidadãos com limitada capacidade de leitura, escrita e cálculos inerentes à vida social e profissional, mas que tiveram acesso ao sistema de educação formal. Considerando o atual cenário de julgamento da essência sobre a forma advindo da convergência às International Financial Reporting Standards (IFRS), o presente estudo se propôs a investigar se o analfabetismo funcional é um fenômeno relevante em alunos concluintes do curso de graduação em Ciências Contábeis do Estado do Espírito Santo. Por meio da utilização de questionário composto de questões oriundas da National Assessment of Adult Literacy – NAAL, pesquisa realizada em 1993, e por meio das técnicas de Análise de Clusters e Regressão Logística, foi desenvolvido um modelo que utiliza o Escore Verdadeiro da Teoria de Resposta ao Item como variável dependente. Como resultado, foi notado que o analfabetismo funcional é relevante em alunos concluintes do curso de Graduação em Ciências Contábeis no Estado do Espírito Santo, dado que 40% da amostra apresentou evidências do fenômeno. Os graduandos apresentaram um percentual de acerto médio global de, aproximadamente, 45% em questões que captavam habilidades em documentos, habilidades quantitativas e habilidades em prosa. Esses itens deficitários avaliavam a capacidade de aplicar novas informações para realizar inferências, a capacidade de tomada de decisão e, por fim, a capacidade quantitativa e computacional. Diante desses resultados, pode-se concluir que o analfabetismo funcional impacta negativamente minimizando o aprendizado e, no segundo momento quando os alunos estiverem no mercado de trabalho, deteriorando a qualidade da informação gerada.

Palavras-chave: Analfabetismo funcional; Teoria de Resposta ao Item; Instituições de Ensino Superior.

 


Texto completo: PDF