Open Conference Systems, V Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2014

Tamanho da fonte: 
Democratização do Acesso e da Permanência no Ensino Superior: Ações Inovadoras em Universidades Federais.
Eric Matheus Bispo Pereira, Dinah dos Santos Tinoco, Jomária Mata de Lima Alloufa

Última alteração: 2014-09-05

Resumo


Democratizar o ensino superior é ampliar o acesso à educação a todos os membros da sociedade, criando estratégias e políticas públicas que possibilitem o ingresso e a permanência dos alunos, sem haver perda na qualidade educacional. Nesse aspecto, surge em 2001 o Plano Nacional de Educação, que unido às recentes ações afirmativas adotadas pelo Governo, apontam estratégias e evidenciam a importância da temática no cenário nacional. Nessa perspectiva, o presente artigo evidencia ações inovadoras adotadas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no apoio à democratização do acesso e da permanência de estudantes socialmente carentes, relatando-se as principais características do Programa Complementar de Estudos do Ensino Médio (PROCEEM) e as configurações de alguns auxílios estudantis disponibilizados aos discentes da Universidade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, exploratória, bibliográfica, documental e de campo, cujos dados foram obtidos em documentos oficiais, além de entrevistas semi-estruturadas com coordenadores do projeto e alguns beneficiários das políticas. Os resultados evidenciam que o PROCEEM auxilia no aumento das oportunidades de acesso e consequentemente nas possibilidades de aprovação dos estudantes de escolas públicas, capacitando-os gratuitamente na matriz curricular do ENEM. Em relação às ações de apoio à permanência do estudante socialmente carente, além de reduzir os índices de evasão estudantil, proporcionam apoio financeiro para a manutenção do aluno e previne situações que possam reduzir seu bom desempenho acadêmico.

Texto completo: PDF