Open Conference Systems, V Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2014

Tamanho da fonte: 
Análise das demonstrações financeiras de três hospitais brasileiros em um período de cinco anos
Liliane Paula Aparecida, Antônio Artur de Souza, Luísa Raad Gervásio

Última alteração: 2014-09-05

Resumo


O presente trabalho monográfico tem por objetivo analisar e avaliar os resultados financeiros de três organizações hospitalares por meio das demonstrações financeiras publicadas no período de 2007 a 2011. A pesquisa foi realizada com hospitais em diferentes regiões do Brasil escolhidos por conveniência, a saber: Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte/MG, Santa Casa de Misericórdia de Tatuí/SP e Santa casa de Misericórdia de Maceió/AL. O trabalho foi desenvolvido baseado nos cálculos e análise dos principais índices econômicos – financeiros do modelo tradicional e também dinâmico com a finalidade de evidenciar e comparar a saúde financeira das organizações estudadas. Para isso foi realizada uma pesquisa documental e bibliográfica descritiva com abordagem do problema quantitativa, uma vez que foram calculados os índices e quantificados os valores publicados nas demonstrações e também qualitativa em que se analisou e avaliou os resultados de tais índices e valores. De acordo com o resultado da análise a Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte e a Santa Casa de Misericórdia de Tatuí registraram déficits em todo o período. Analisados, esses hospitais tiveram o Sistema Único de Saúde (SUS) como maior fonte de receita e os custos maiores que os recebimentos em todos os períodos. A saúde financeira é ruim, comprometedora e esses hospitais apresentam grandes dificuldades para pagar seus fornecedores e seus tributos. Já a Santa Casa de Misericórdia de Maceió obteve superávit em todos os períodos, ao contrário dos outros dois hospitais analisados e teve como maior receita a dos convênios, isso contribuiu para que o hospital tivesse uma saúde financeira boa e equilibrada com bons resultados no período analisado. O resultado desta pesquisa foi importante porque reforçou a dificuldade que enfrenta os hospitais que dependem financeiramente da receita do SUS para sua sobrevivência.

Texto completo: PDF