Open Conference Systems, V Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2014

Tamanho da fonte: 
Impacto da Obrigatoriedade de Divulgação da DVA: evidência em indicadores financeiros
Ismael Alencar Fiuza de Oliveira, Antonio Carlos Dias Coelho

Última alteração: 2014-09-05

Resumo


No contexto da discussão sobre se a evidenciação de informações contábeis deve ser tratada de forma voluntária ou obrigatória, um dos argumentos favoráveis à obrigatoriedade consiste no caráter menos verificável da informação voluntária, em razão de não ser submetida a procedimentos de confirmação mais rigorosos, estando sujeita a vieses e a depender do julgamento de seus investidores. Neste sentido, a pesquisa investigou em que medida a obrigatoriedade de divulgação da DVA, instituída pela Lei nº 11.638/07, impactou a propriedade informacional de indicadores financeiros de análise da geração e da distribuição do valor adicionado. A amostra da pesquisa foi composta por 81 companhias listadas na BM&FBOVESPA, que divulgavam a DVA voluntariamente antes do advento da nova legislação contábil. O estudo envolveu os períodos de 2005 a 2007, antes da obrigatoriedade, e 2008 a 2012, após a obrigatoriedade de divulgação. Os dados foram obtidos no sítio da BM&FBOVESPA e foram submetidos a testes paramétricos e não paramétricos de diferença entre médias e à análise por regressão logística. Os resultados apontaram haver mudanças estatisticamente significantes em apenas dois dos indicadores analisados que relacionam geração de valor adicionado e receita e que mostram a parcela do valor adicionado destinada a acionistas. Pode-se inferir, assim, que o processo regulatório adotado na contabilidade brasileira não afetou de forma generalizada os números divulgados pela DVA.

Texto completo: PDF