Open Conference Systems, V Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2014

Tamanho da fonte: 
Álbum de figurinhas da Copa do Mundo 2014 no país do futebol: “quer trocar por quanto?”
Marta Fleming, Denise Franca Barros

Última alteração: 2014-09-11

Resumo


O esporte é um dos fenômenos sociais mais importantes do século XX e no Brasil o futebol é um esporte com significados culturais que fluem para bens de consumo e para os indivíduos. Sede da Copa de Mundo FIFA 2014 o país realizou investimentos superiores a 25 bilhões de reais, movimentou a economia nos setores da indústria, comércio e serviços e aflorou os rituais acerca do megaevento. Este artigo objetiva analisar os rituais criados pelos consumidores de álbuns de figurinhas, durante a Copa do Mundo FIFA 2014, utilizando como enquadramento teórico parte do modelo proposto por McCraken (1986), no qual os rituais de Troca, Posse, Embelezamento e Desapropriação transferem significados culturais dos bens para os consumidores. A pesquisa para o presente estudo consiste na observação dos eventos de troca de figurinhas para a finalização do álbum na cidade do Rio de Janeiro, entrevistas em profundidade com roteiro semi-estruturado com os participantes dos eventos e análise de conteúdo. Ao fim, as relações estabelecidas entre o evento observado, entrevistas e o quadro teórico-analítico de McCracken (1986) expõem que o processo para finalização do álbum evocou sobretudo o ritual de embelezamento, foi muito além de uma simples brincadeira, com transferências que extrapolaram os significados culturais futebolísticos, em que entrevistados classificaram como ‘ensinamentos’ sobre etnias, noções de trocas, manuseio do dinheiro, administração da mesada, contagem, memorização, organização, cooperação, e como se comportar diante dos outros, contribuindo para a ampliação do entendimento sobre a mobilidade de significados culturais operados por rituais presentes no consumo.

Texto completo: PDF