Open Conference Systems, VI Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2015

Tamanho da fonte: 
Relação do Turnover do CEO com Desempenho e Estrutura do Conselho de Administração em Empresas Abertas no Brasil
CARLOS ANDRÉ MARINHO VIEIRA, ORLEANS SILVA MARTINS

Prédio: UNIGRANRIO
Sala: Sala 5
Data: 2015-10-30 02:00  – 04:00
Última alteração: 2015-10-25

Resumo


A segregação entre propriedade e controle nas organizações na moderna estrutura empresarial, tem centralizado a tomada de decisões das empresas em equipes de gestão, cujo principal agente é o Chief Executive Officer (CEO). Aos proprietários da empresa, cabe a tarefa de monitorar suas atividades, oferecer incentivos e, em último caso, substituir o ocupante do cargo que não conseguir atingir os resultados esperados. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi investigar a relação entre a existência de turnover do CEO, o desempenho e a estrutura do Conselho de Administração das empresas listadas no Índice Brasil (IBrX100) da BM&FBOVESPA. Utilizando um modelo de regressão Logit foram analisadas 111 empresas abertas que compuseram o IBrX100 em um dos anos entre 2009 a 2013. Seus principais resultados indicam que o turnover do CEO tendeu a aumento quando houve baixo desempenho, seja representado por variáveis de retorno de mercado quanto de lucratividade. Por outro lado, a estrutura do Conselho de Administração não influenciou esse turnover. Já a dualidade de funções CEO/Chairman diminuiu o turnover do CEO, assim como a presença de um acionista controlador. Destacam-se, ainda, as contribuições deste estudo à literatura nacional, haja vista a escassez de evidências que apontem os reflexos do desempenho sobre a alta gestão das companhias, assim como sua relação com o Conselho de Administração.

Texto completo: PDF