Open Conference Systems, VI Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2015

Tamanho da fonte: 
O Comportamento Financeiro dos Estudantes de duas Universidades
Alberto Shigueru Matsumoto, Paulo César Chagas, Jairo Alano Bittencourt, Amanda Lemos de Freitas

Última alteração: 2015-09-22

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar o comportamento financeiro dos universitários, estudantes de administração do último semestre, mais especificamente analisar o endividamento destes estudantes que possuem uma noção de finanças comportamentais. Deste modo, o objetivo do estudo é verificar o quão a educação financeira e as facilidades de crédito têm contribuído para a inadimplência dos jovens universitários. Para consubstanciar o objetivo exposto, foi realizado num primeiro momento, um estudo sobre a facilidade de crédito oferecida aos jovens universitários, quais os fatores que influenciam no comportamento de consumo, os instrumentos de pagamentos mais utilizados e os gastos mais comuns entre os jovens. Em um segundo momento para fundamentar a pesquisa e atingir os objetivos propostos foi aplicado questionários estruturados em duas Universidades do Centro Oeste, sendo uma particular e outra estadual. Os resultados encontrados mostram que as facilidades de crédito, o materialismo e o consumo relacionado a aspectos sociais e o descontrole financeiro tem contribuído para os elevados índices de inadimplência entre os jovens universitários. Foi confirmada a teoria de Block-Lieb e Janger (2006) de que no pagamento em dinheiro o limite do poder de compra é tangível, ao contrário da utilização do cartão de crédito, que pode causar uma dissonância cognitiva nos consumidores, já que estes não sentem em seu bolso o peso de pagar à vista. Finalmente, a pesquisa concluiu que mais de 60% dos entrevistados já gastaram mais que sua receita, demonstrando assim, falta de educação financeira.