Open Conference Systems, VI Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2015

Tamanho da fonte: 
Evidenciação Voluntária sobre Gestão de Riscos do Coso (2004) nos Relatórios de Empresas Listadas na BM&FBovespa no Período de 2010 a 2014
Lara Fabiana Dallabona, Patricia Vicente

Prédio: UNIGRANRIO
Sala: Sala 5
Data: 2015-10-30 09:00  – 10:30
Última alteração: 2015-10-25

Resumo


O estudo objetiva avaliar o grau de evidenciação voluntária sobre gestão de riscos do COSO (2004) nos relatórios de empresas listadas na BM&FBovespa no período de 2010 a 2014. A pesquisa utilizou-se de técnica descritiva, com análise documental e abordagem quantitativa. A amostra compreendeu as 50 empresas com maior valor de receita no decorrer do ano de 2014 conforme informações obtidas no site da BM&FBovespa. Para a análise do índice de evidenciação, desenvolveu-se um checklist de acordo com os 8 componentes integrantes da metodologia do COSO II, aplicando os mesmos sobre os relatórios das organizações. Os resultados demonstram que os níveis de evidenciação da gestão de riscos do COSO foram satisfatórios em ralação ao número de empresas analisadas. Os dados demonstram o monitoramento como principal componente de evidenciação. O segundo componente de destaque é a definição de objetivos e o componente que obteve menor percentual de divulgação foi a avaliação de riscos. Ao analisar os componentes por segmento de listagem, observou-se que o Nível 2 de Governança foi o segmento de destaque da pesquisa. Deste modo conclui-se que cada vez mais as empresas buscam por sistemas de controles internos para a redução dos riscos e o alcance dos objetivos da organização, divulgando informações voluntárias para melhorar sua credibilidade no mercado.

Texto completo: PDF