Open Conference Systems, VI Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2015

Tamanho da fonte: 
DETERMINANTES PARA O RECONHECIMENTO DAS PERDAS POR IMPAIRMENT
Rafael Moreira, Andre Luis Milagres Fernandes, Ricardo Lopes Cardoso

Prédio: UNIGRANRIO
Sala: Sala 1
Data: 2015-10-30 04:30  – 06:00
Última alteração: 2015-10-25

Resumo


O objetivo do trabalho foi identificar determinantes para o reconhecimento do impairment. A teoria da agência prediz que os gestores utilizarão estimativas discricionárias inverificáveis no reconhecimento de perdas dos ativos, conforme incentivos particulares. Essa pesquisa utilizou-se de regressão logística multivariada para medir as relações causais entre o reconhecimento do impairment e proxies que medem o conservadorismo contábil, informações privadas dos gestores e gerenciamento de resultados. O estudo é baseado em uma amostra de 280 companhias abertas brasileiras no período entre os anos de 2010 e 2013. Nossas evidências mostram que as informações privadas dos gestores são determinantes no não reconhecimento do impairment. Por outro lado, o gerenciamento de resultados por meio do Big Bath é um fator determinante no reconhecimento do impairment, o que é condizente com a teoria da agência, em que os gestores aproveitam o fato da empresa apresentar prejuízo para “limpar” os demonstrativos financeiros.

Texto completo: PDF